Notícias › 21/07/2020

Solicitam dispensa dos 5 anos para início do processo de beatificação de Dom Henrique

Peticao-Dom-Henrique-Diocesede-Palmares

Dom Henrique Soares da Costa / Foto: Diocese de Palmares

Pouco após o falecimento de Dom Henrique Soares da Costa, vítima de Covid-19, milhares de pessoas pediram que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) solicite ao Vaticano a dispensa dos 5 anos para o início do processo de beatificação do Prelado.

O Bispo de Palmares (PE) morreu no último sábado, 18 de julho, e seu falecimento gerou grande comoção entre os fiéis que acompanhavam seu apostolado, sobretudo na internet. Diversas foram as mensagens de pesar, bem como de solidariedade aos familiares e à Diocese do Prelado.

Entre as iniciativas que surgiram logo após a divulgação da notícia de que Dom Henrique havia falecido está a petição lançada na plataforma CitizenGo com a “solicitação de dispensa para abertura do processo de beatificação de Dom Henrique Soares da Costa”.

“A Santa Igreja Católica no Brasil perdeu um dos maiores nomes do seu episcopado recente, Dom Henrique Soares da Costa. Vítima de COVID19 faleceu em odor de santidade! Os católicos de todos os rincões do Brasil e até mesmo do exterior ao saber de sua morte exclamam como na perda de São João Paulo II: Santo Subito!”, afirma o texto da petição, que já conta com cerca de 41.560 assinaturas.

Nesse sentido, indica, “solicitamos ao Regional Nordeste II da CNBB e do Conselho Permanente desta instituição que solicitem ao Santo Padre, o Papa Francisco, a dispensa dos 05 anos para apresentação do libelo de demanda (supplex libellus) isto é, a petição escrita, com a qual pede o início da causa de beatificação”.

“Nós, Igreja do Brasil, suplicamos aos nossos pastores que olhem para a súplica dos fiéis e que solicitem ao Vigário de Cristo a abertura do processo de beatificação, e que Dom Henrique do Céu e honrado em nossos altares seja o grande intercessor diante de Deus por todos os acometidos por este vírus e por todos aqueles que amam a Igreja de Cristo”, completa.

Pai e Pastor

Dom Henrique Soares da Costa tinha 57 anos, é natural de Penedo (AL) e foi ordenado sacerdote para a Arquidiocese de Maceió em 15 de agosto de 1992. Em 2009, foi nomeado pelo Papa Bento XVI como Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Aracaju (SE) e, em 2014, o Papa Francisco o nomeou Bispo da Diocese de Palmares (PE).

“Nestes seis anos conduzindo o Povo de Deus da Diocese de Palmares, Dom Henrique sempre esteve junto ao seu clero sendo como ele mesmo afirmava: ‘Pai e Pastor’”, afirma nota da Diocese de Palmares.

O Prelado desenvolvia um apostolado por meio da internet, com reflexões, meditações, formação, alcançando milhares de pessoas em todo o Brasil e no mundo.

Durante homilia no último domingo, ao recordar o Prelado, de quem era amigo, Pe. Paulo Ricardo assinalou como o falecimento de Dom Henrique comoveu muitas pessoas, citando uma frase que foi dita por um sacerdote que não conheceu o Bispo pessoalmente, o qual afirmou: “Eu me sinto órfão, arrancaram-me um pai”.

“Ao dizer isso, penso que estou dizendo o sentimento de muitos no Brasil, porque Dom Henrique tinha um frutuoso, fecundo apostolado na internet. Ele tinha essa vocação também de escritor”, assinalou o sacerdote.

Para assinar a solicitação de dispensa para abertura do processo de beatificação de Dom Henrique Soares da Costa, acesse AQUI.

Via ACI Digital