Notícias › 09/09/2016

Primeiro filme em realidade virtual já produzido será sobre a vida de Jesus

Em breve o mundo terá a oportunidade de “voltar no tempo” e ver a vida de Cristo com os olhos de um espectador presente nas principais passagens do Evangelho graças à Realidade Virtual. “Jesus VR – The Story Of Christ” será o primeiro longa-metragem filmado com esta tecnologia e promete proporcionar a experiência inédita de “mergulhar” na narrativa evangélica. O filme teve uma prévia mostrada este mês no 73º Festival de Veneza e deve estrear no Natal deste ano.

O diretor e produtor da obra é o canadense David Hansen, que decidiu realizar um sonho seu como católico utilizando uma das mais recentes tecnologias: poder voltar no tempo e conhecer Jesus Cristo. A produção conta ainda com o talento do produtor Alex Barder e a experiência de Enzo Sisti, ex-produtor executivo de filmes como “A Paixão de Cristo” de Mel Gibson, o remake de “Ben-Hur”, “A História do Nascimento” e “Jovem Messias”.

Segundo o jornal italiano Avvenire, a ideia ocorreu há um ano e meio, enquanto Hansen trabalhava em um projeto de videogames e decidiu tomar a vida de Cristo como o tema do primeiro longa-metragem do mundo filmado com a tecnologia de realidade virtual.

“O desafio era encenar a maior história de todos os tempos com a tecnologia cinematográfica mais inovadora de todas”, disse Hansen. A obra foi filmada na localidade italiana de Matera, lugar onde Mel Gibson filmou a Paixão, com tecnologia 4K em 360°, o que permite que o espectador “mergulhe” nas cenas que vão do Nascimento à Ascensão do Senhor.

Em uma declaração publicada no site da Autum VR Hansen garantiu ainda que os espectadores sentirão que realmente estão junto de Jesus e seus discípulos. “Esta é a história mais intensa de todos os tempos e a Realidade Virtual é a forma perfeita de conta-la”, acrescentou.

Segundo Enzo Sisti, que é cristão, Jesus VR “será um verdadeiro instrumento de evangelização, tal como ‘A Paixão de Cristo’”, referiu-se ao filme de Mel Gibson que teve a participação de Jim Caviezel no papel de Jesus. Nesta obra, o ator Tim Fellingham é quem encarna o papel.

“Jesus VR” também conta com um integrante da equipe de Gibson no filme sobre a Paixão. Trata-se do sacerdote jesuíta William Fulco, professor da Loyola Marymount University de Los Angeles. O Padre Fulco foi o responsável pela tradução dos diálogos ao aramaico, a língua de Jesus.

O filme deve durar 90 minutos e é produzido pela produtora canadense Autumn VR e a norte-americana VRWerx sob a direção de David Hansen e estará disponível nas principais plataformas de realidade virtual, tal como o Google Cardboard e o Samsung Gear, que já está disponível no Brasil.

“Os cristãos vão gostar. (…) Jesus se torna mais humano e próximo de nós, especialmente hoje, quando a mensagem de paz de Jesus deve ser difundida a todos”, concluiu o diretor ao diário italiano.

Por ACI