Notícias › 11/08/2017

Chapecoense jogará em Roma e quer ver o Papa

Sexta-feira, 1º de setembro, o time da Chapecoense disputará um amistoso com a Roma-ITA no Estádio Olímpico, na capital italiana. A partida terá o patrocínio do Pontifício Conselho da Cultura, da Prefeitura de Roma e do Comitê Olímpico Italiano e o lema da promoção é #TodosJuntos.

A renda da partida, segundo comunicado divulgado pela Roma, será doada à Chapecoense, como forma de auxiliar a reconstrução do clube catarinense após a tragédia de novembro de 2016 com o voo da LaMia, em Medellín.

Um amistoso em formato semelhante foi disputado entre Barcelona e Chapecoense nesta segunda-feira, 7, no Camp Nou. A partida era válida pelo Troféu Joan Gamper, torneio amistoso que marca a abertura da temporada do clube catalão e foi vencida pelo Barcelona por 5 a 0.

O jogo marcou ainda o retorno de Alan Ruschel, que disputou sua primeira partida desde a queda do avião da Chape em Medellín no ano passado. Os sobreviventes Neto e Jakson Follmann também estavam presentes no Camp Nou e entraram em campo com o time.

Antes de jogar contra a Roma, o time viaja para o Japão para enfrentar o Urawa Red Diamonds pela Copa Suruga, na próxima terça-feira, 15. Depois, retorna ao Brasil. A Chape terá um clássico com o Avaí pela 22ª rodada do Brasileiro e retornar à Europa no fim de agosto.

A venda de ingressos para o jogo entre Roma e Chapecoense começa no dia 21 de agosto. O clube italiano ainda não divulgou os preços das entradas.

Existe grande expectativa de que o time e a delegação sejam recebidos pelo Papa Francisco, mas o Vaticano não confirmou a audiência oficialmente.

Por Rádio Vaticano